top of page
  • Foto do escritorArquitetos Online

Arquiteto ou engenheiro civil: qual papel de cada um na sua obra.

Para haver êxito em uma obra — seja ela iniciada do zero ou uma reforma —, é fundamental o acompanhamento de profissionais qualificados. Assim, para evitar “dores de cabeça” nesse processo, é imprescindível contar com a assessoria de um arquiteto e um engenheiro civil.

Mas, qual o papel de cada um desses profissionais em uma obra?

Resumidamente, é possível dizer que o arquiteto idealiza e projeta a construção de espaços internos e externos, atendendo critérios de conforto, estética e, sobretudo, a funcionalidade.

Já o engenheiro civil, é responsável pelas soluções técnicas, pela execução dos projetos de infraestrutura, bem como a manutenção de obras já existentes.

Para saber qual o papel de cada um desses profissionais em sua obra e qual contratar para cada situação, confira as principais diferenças e semelhanças entre as atividades dos arquitetos e dos engenheiros civis.


Diferença entre o arquiteto e engenheiro civil

O arquiteto tem como atribuição idealizar uma obra e seus espaço, tanto no início (ainda na planta) quanto uma reforma. Ou seja, é ele o responsável por criar projetos para casas, edifícios e quaisquer outras estruturas.

Assim, esse profissional consegue planejar o ambiente da forma que o cliente quer e o melhor, aproveitando todo o espaço disponíveis para a obra. Tudo isso pensando na forma em que cada cômodo da estrutura será utilizado e organizando, a fim de torná-lo não só funcional como também bonito, aconchegante e próprio para o perfil do cliente.

Já o engenheiro civil, é quem coloca em prática o projeto arquitetônico. Esse também é protagonista na elaboração, na avaliação e na projeção de uma obra, pois é o responsável pelo desenvolvimento das partes elétricas, hidráulica, sanitárias, entre outras de uma construção.

Além disso, é responsável pelo cálculo da resistência da estrutura, determinando as características dos elementos que a irão compor, e, principalmente, por realizar estudos ambientais na área de construção, por escolher os materiais e equipamentos para a obra e por coordenar todo processo de execução. 


Atribuições do arquiteto em uma obra

O planejamento é o primeiro passo para se iniciar uma obra com sucesso, pois garante muitos benefícios, como a entrega do projeto dentro do prazo, o melhor aproveitamento de um espaço, a fim de atender as vontades do cliente e de tornar o ambiente funcional, elegante e aconchegante, por exemplo.

Tudo isso, e muito mais, só é possível graças à atuação do arquiteto. Isso porque, é ele quem inicia os estudos para a elaboração e o planejamento da obra, a partir da demanda do cliente — entendendo as suas expectativas e preferências —; e estudando também as condições do ambiente, como ventilação, iluminação e espaço disponível.

Posteriormente, esse profissional desenvolve a planta, um projeto em que é possível visualizar uma prévia de como ficará o local que passará pela obra. Nesse processo, o arquiteto também sugere quais são os materiais condizentes com o ambiente, considerando vários fatores — entre eles, os impactos ambientais que podem ser causados com a construção.


Em quais situações trabalha um arquiteto

Esse profissional é muito versátil, podendo trabalhar em várias áreas, como urbanismo, estudo e planejamento de projetos, paisagismo, elaboração de orçamento, execução de desenho técnico, supervisão e execução de obra, além de avaliação de imóveis e serviços técnicos.

Em resumo, ele é responsável por entender as necessidades do cliente e desenvolver um projeto funcional, aconchegante e elegante, seja para a reforma de uma estrutura, seja para a construção de um novo espaço.

Com isso, acaba melhorando a qualidade de vida das pessoas que trabalham, transitam ou habitam as estruturas que recebem as obras, uma vez que leva em consideração aspectos estéticos e funcionais, assim como os culturais, históricos e ambientais.


Por que contratar um arquiteto?

Mesmo que seja realizada apenas uma reforma no seu imóvel, o arquiteto é capacitado para elaborar projetos que destaquem as características do local em que serão realizadas as melhorias.

Outro ponto importante a ser levado em consideração, antes de se iniciar uma obra, é que o arquiteto tem a expertise de “tirar os planos do papel”, a fim de alcançar às expectativas do cliente.

E se, eventualmente, não for possível executar algum ponto, esse profissional tem a capacidade de buscar alternativas, oferecendo outras soluções que vão de encontro com as vontades do cliente.

Da mesma forma, o arquiteto tem criatividade para resolver situações como falta de espaço em reformas, encontrando meios para que o ambiente possa ser melhor aproveitado. Também reaproveitando materiais, a fim de reduzir os custos operacionais.

Agora que você já entendeu como funciona o trabalho do arquiteto e seu qual papel em uma obra, está na hora de saber qual é a relevância do engenheiro civil em uma construção. Veja a seguir as principais características desse profissional.


Engenheiro civil: qual é a importância de seu trabalho?

Pelo fato de ter uma formação acadêmica composta por várias disciplinas voltadas à matemática e à física, o engenheiro civil desenvolve, na maioria das vezes, os cálculos para que o trabalho do arquiteto seja realizado com toda a segurança necessária.

Com base na área a ser utilizada para a obra, é ele quem avalia a capacidade de peso que o solo do terreno suporta. Também calcula, por exemplo, a quantidade de colunas necessárias no ambiente. Ainda, orienta sobre a resistência da matéria-prima utilizada na obra e gerencia os custos para as suas aquisições, promovendo, assim, assertividade e, consequentemente, economia na construção.


Em quais situações trabalha um engenheiro civil?

Esse profissional tem conhecimento técnico para supervisionar, executar e projetar os mais variados tipos e portes de obras. Entre elas barragens, estradas, pontes e aeroportos.

O engenheiro civil também atua na construção ou na reforma de imóveis residenciais e comerciais. Porém, nesses casos, ele também pode fazer o projeto, bem como supervisionar as inúmeras etapas da obra.


Por que contratar um engenheiro civil?

Ao contratar um engenheiro civil para a sua obra, dificilmente você precisará que os serviços sejam refeitos. Isso porque, os projetos de engenharia reduzem falhas na estrutura e na execução de uma obra.

Além disso, grande parte das obras — senão todas — necessitam do aval de um engenheiro para que possam ser executadas, a fim de que estejam de acordo com as normas de segurança estabelecidas pelos principais órgãos fiscalizadores do país.

Por isso, ao contratar um profissional dessa área, você evitada dores de cabeça e reduz os custos operacionais, pois o engenheiro civil é versátil e pode contribuir em várias frentes.


Quem é o responsável por desenhar a planta de uma obra: o arquiteto ou o engenheiro?

O arquiteto é quem elabora a planta, enquanto o engenheiro civil é quem a executa. É por meio dela que ocorre a distribuição exata dos espaços internos do projeto, como as dimensões e projeções, tanto do entorno da obra, quanto de sua fachada.


Em quais situações arquitetos e engenheiros civis podem trabalhar juntos?

Os profissionais de arquitetura e engenharia civil possuem trabalhos complementares, pois, enquanto o arquiteto planeja a obra no papel, o engenheiro a executa.

O arquiteto pode acompanhar de perto a construção do projeto, fazendo visitas ao canteiro de obras, a fim de agilizar a resolução de eventuais problemas — como interrupções na produção, acidentes de trabalho e ociosidade de equipamentos —; além de promover a mediação entre o cliente e os profissionais de engenharia civil.

Já na parte da logística de um canteiro de obra, o engenheiro civil é o responsável, seja por meio da avaliação da viabilidade financeira de uma obra, seja como pelo gerenciamento das equipes e do espaço físico da obra.

Outro ponto é referente à parte do dimensionamento das instalações elétricas. Na maioria das vezes, esse trabalho é feito pelo engenheiro. Porém, pode ser requisitada também a avaliação do arquiteto do projeto. Evitando, assim, por exemplo, banheiros sem tomadas elétricas ou espaços com tomadas e interruptores insuficientes.


Agora é com você! 

Ler todo esse conteúdo te esclareceu sobre o trabalho desenvolvido por esses dois profissionais?

Entre em contato conosco, por este link, e garanta o melhor projeto para a sua necessidade e proposta.

Comentarios


Los comentarios se han desactivado.
bottom of page